quarta-feira, 16 de novembro de 2011

IGREJA A VOZ DA VERDADE

I – HISTÓRIA
A Igreja Evangélica Voz da Verdade (IEVV) foi fundada em 05 de janeiro de 1984, na cidade de Santo André – SP.

Segundo seus Estatutos, os fundadores são 28 membros batizados. O Estatuto é assinado apenas pelo senhor Francisco Firmino dos Santos Filho, e a data do registro em cartório é de 10 de maio de 1984,na mesma cidade de Santo André – SP.

Este grupo religioso ficou muito conhecido no meio evangélico em geral, por causa do conjunto de mesmo nome: o CONJUNTO VOZ DA VERDADE, de grande popularidade entre os jovens por causa de seu estilo, que se ajusta bem ao espírito juvenil.

II – ONDE ESTÁ O PROBLEMA?
A IEVV é uma igreja UNICISTA, ensinam que o Pai, o Filho e o Espírito Santo são a mesma e única pessoa da divindade, com TRÊS MANIFESTAÇÕES cronológicas, de modo que Deus no Antigo Testamento se revelou com o Pai, nos evangelhos a mesma pessoa divina se revelou como Filho e depois do pentecostes, essa mesma pessoa se revelou como o Espírito Santo, negando assim a doutrina bíblica ortodoxa da TRINDADE.

III – O QUE CRÊ A IGREJA EVANGÉLICA VOZ DA VERDADE

A – PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO SÀO A MESMA PESSOA

Sendo uma igreja UNICISTA, a IEVV crê que o Pai, o Filho e o Espírito Santo são a mesma e única pessoa da Divindade. Declaram:

Quando a Bíblia se refere a Deus, está falando no Espírito Santo que é o Pai, Criador e Senhor de todas as coisas.

Jesus tanto é o Pai como é o Filho... Antes da manifestação de Jesus como homem, não havia Filho de Deus (somente os anjos eram tidos como filhos de Deus)[1].

13. Jesus pode ser o Pai e também o Filho?
É muito lógico que sim, pois Ele é Deus [2].

Falando sobre a Trindade afirmam:

10. Qual o significado da palavra Trindade?

a)    Associação de três pessoas com pensamentos iguais;
b)   Teoria religiosa de intenção carnal e diabólica com o sentido de alimentar uma ilusão de Satanás que teve a pretensão de pluralizar a plenitude da divindade; e
c)    Decreto religioso por parte do clero no conselho de Nicéia no ano de 325 DC [3].

RESPOSTA APOLOGÉTICA
Ainda que a palavra Trindade não apareça na Bíblia Sagrada, a doutrina trinitariana é evidente tanto no Antigo como no Novo Testamento.

A Trindade é demonstrada na Bíblia em:

1.    Textos que apontam as três pessoas juntas – Mateus 3.16,17; 17.5; 28.19; 1 Coríntios 12.4-6; Efésios 4.4-6.

2.    Textos que apontam que:
a.   O Pai é Deus – 2 Pedro 1.17
b.   O Filho é Deus – João 1.1, 1Jo 5.20
c.    O Espírito Santo é Deus – Atos 5.3,4.

B – PERSONIFICAÇÃO OU PERSONALIDADE
A IEVV declara que o Pai seria a Natureza Divina de Jesus, o Filho a Natureza Humana e o Espírito Santo seria o próprio Pai, ou seja Pai e Filho, seriam meras personificações de Jesus, o único Deus.

1. PAI, PERSONALIDADE OU NATUREZA DIVINA ?
        
A IEVV identifica o Pai como apenas UM TITULO usado para se referir à natureza divina de Jesus. O PAI NÃO EXISTE como pessoa espiritual, não se pode perguntar: Quem é o Pai? Porque o Pai não é uma pessoa, é algo: a natureza divina de Jesus. O Pai – dizem – é apenas um título, e não uma pessoa.

2. FILHO – PERSONALIDADE OU NATUREZA HUMANA ?

A IEVV afirma: Quem seria o Filho? O Filho não é ninguém, mas é algo: a natureza humana de Jesus. Logo o Filho, como pessoa espiritual, nunca existiu. Jesus como Filho de Deus passou a existir só após seu nascimento em Belém de Judá, pois o Filho é apenas a natureza humana de Jesus.
Tal ensinamento é tão grave, tão herético que em 1Jo 2.22 lemos: Quem é mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo ? É o anti-cristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho.

3. ESPÍRITO SANTO – PESSOA PRÓPRIA OU O PAI ?

A Bíblia mostra a personalidade do Espírito Santo e não que o Espírito Santo é o Pai. Sua personalidade é demonstrada porque ele exerce atividades pessoais e pelos atributos de pessoa que possui:

a)   inteligência (1 Co 2.10);
b)   vontade própria (1 Co 12.11);
c)    sensibilidade ou emoção (Ef 4.30);
d)   ele ensina e faz lembrar os crentes (Jo 14.26);
e)   ele testifica de Cristo (Jo 15.26);
f)     ele guia em toda a verdade (Jo 16.13);
g)    ele glorifica a Jesus (Jo 16.14);
h)   ele intercede pelos santos (Rm 8.26);
i)     ele fala (At10.19-20).

C – FÓRMULA BATISMAL E O SIGNIFICADO DO BATISMO
Declarações comprometedoras da Igreja Evangélica Voz da Verdade na Instrução Inicial Pró-batismo, preparada pelo Pr. Francisco F. Santos Filho – Rio, 06/06/85.

1. Aos que são batizados nas igrejas cujo batismo é na tradição dos títulos, esses batismos são considerados válidos?
Resposta: São considerados com valor religioso, mas não tem valor bíblico algum (Ef 4.5), pois é um tipo de batismo forjado pelo homem.

RESPOSTA APOLOGÉTICA:
Considerando, como provamos, que o Pai, o Filho e o Espírito Santos são pessoas distintas e não meramente títulos, o batismo TRINITÁRIO celebrado com base em Mateus 28.19 é bíblico. Basta considerar: Quando lemos as palavras de Jesus: BATIZANDO-OS EM NOME DO PAI... ENTENDEMOS A PERSONALIDADE DO PAI E NÃO A NATUREZA DIVINA DE JESUS; quando lemos as palavras de Jesus: E DO FILHO... ENTENDEMOS A PERSONALIDADE DO FILHO E NÃO A NATUREZA HUMANA DE JESUS; e quando lemos: E DO ESPÍRITO SANTO... ENTENDEMOS A PERSONALIDADE DO ESPÍRITO SANTO, fica claro que se tratam de três Pessoas distintas e não três títulos como erroneamente interpreta o líder da IEVV.

2. Por que o batismo tradicional religioso não tem valor bíblico?

Resposta: Porquê o tal batismo não invoca o nome de Jesus, e se o Nome de Jesus é omitido, não é para perdão e remissão de pecados (Lc 24.47; Cl 3.17). ... eles batizavam invocando o nome do Pai, do Filho e  do Espírito Santo que é JESUS. Conclusão: Somente é considerado batizados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, quando no ato do batismo se invoca o NOME: JESUS

RESPOSTA APOLOGÉTICA:
Três erros doutrinários estão declarados:

1)O batismo não invoca o nome de Jesus;
2) batismo para perdão e remissão de pecados;
3) eles batizavam invocando o nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo que é JESUS.

         1) O batismo nunca foi realizado em nome de Jesus apenas. Em At 2.38 se lê que a autoridade para ministrar o batismo fora dada por Jesus e assim  o batismo se realizava pela  autoridade dele, na conformidade de Mt 28.19, ou seja ...em nome do Pai, e do Filho,  e do Espírito Santo... Três Pessoas distintas da mesma natureza divina.
        
2) Batismo não é realizado para perdão e remissão de pecados. A Bíblia enfatiza a humanidade de Jesus (Jo 1.14; 1 Jo 4.1-3) ressaltando que é o sangue de Jesus que nos purifica de todo o pecado (1 Jo 1.7- 9; Ap 1.5) e não água de batismo. Crer em batismo regeneracional é fazer do batismo um sacramento como o  dogma da Igreja Católica.  Recomenda a Igreja Católica o batismo para a salvação chegando ao cúmulo de afirmar que a criança que morre sem batismo vai para um lugar imaginário chamado Limbo. Em Atos 10.44 lemos: E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. Sabemos que o mundo não pode receber o  batismo no Espírito Santo (Jo 14.17). Como poderia então os ouvintes da casa de Cornélio receber o batismo com o Espírito Santo se  não fossem salvas por não terem sido batizadas nas águas? Batismo nas águas é uma ordenança para as pessoas salvas e não para serem salvas (At 10.48).

3. Muito bem! O batismo corretamente bíblico é de fato em nome de Jesus. Mas qual é a importância do batismo na vida da pessoa?  
Resposta: Através deste ato a pessoa enterra seu velho homem (velho ego) ao mergulhar seus pecados nas águas do batismo) para renascer para Deus...

RESPOSTA APOLOGÉTICA:
Lemos que Jesus pregou arrependimento e fé (Mc 1.15) Paulo pregou ao carcereiro que ele podia ser salvo se viesse a crer em Jesus (At 16.30-31). Pregou mais em Romanos 10.9-13 que a salvação se consuma no ato de crer com o coração e confissão com os lábios. Nessa ocasião se dá a morte da velha natureza e o surgimento da nova (2 Co 5.17).

4.    Afinal, que devo fazer para ser batizado? ...
Resposta: Crer no NOME DE ‘JESUS’ como único Deus.

RESPOSTA APOLOGÉTICA:
Devemos crer no nome de Jesus para sermos salvos (At 16.30-31) e ser batizado em nome da Trindade (Mt 28.19). Jesus é a segunda pessoa da Trindade, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, ...e o Verbo era Deus. (Jo 1.1); Respondeu-lhe Tome: Senhor meu e Deus meu! (Jo  20.28)..

IV – CONCLUSÃO
As igrejas evangélicas unicistas (A Voz da Verdade, Igreja Só Jesus, Tabernáculo da Fé; Igreja Local, Adeptos do Nome Yehoshua e Variantes etc), são ANTITRINITARIANISTAS, no entanto devemos apontar que seu antitrinitarismo não é igual à posição adotada pelos unitaristas. Pois os unicistas não nutrem idéias preconceituosas contra a divindade de Jesus, como é o caso do unitarismo. Ironicamente os uncistas são antitrinitarianistas pelo fato de acharem que a divindade é exclusivamente a pessoa de Jesus, não compreende a unidade composta de Deus.

Enfim, como disse Tertuliano:

O demônio tem lutado contra a verdade de muitas maneiras, inclusive defendendo-a para melhor destruí-la. Ele defende a unidade de deus, o onipotente criador do universo, com o fim exclusivo de torná-la herética. Afirma que o próprio pai desceu ao seio da virgem, dela nascendo, e que o próprio pai sofreu; que o pai, em suma, foi pessoalmente Jesus Cristo... Práxeas foi quem trouxe esta heresia da Ásia para Roma... Práxeas expulsou o Paráclito e crucificou o pai (Tertuliano, adv. Praxean, 1 – Documentos da Igreja Cristã, H. Bettenson, Aste, p.81).

Fonte: Instituto Cristão de Pesquisas


[1] Instrução Inicia Pró-batismo, p.15
[2] Mesma obra citada, p.2
[3] Mesma obra citada, p.1.

2 comentários:

  1. Nós como Pastores deviamos, nos preocupar com a salvação ,estamos preocupados quem é de quem? A muito tempo que ouço os assembléianos criticarem de uma forma cruel a Voz da Verdade, e nestes anos muita coisa mudou nas assembléias, é melhor tirar o argueiro dos vossos olhos.
    E se converter´- mos de todo o coração !!!
    Pastor Washington Pirola

    ResponderExcluir
  2. Prezado pastor, discordo amorosamente do senhor. Nao temos que preocupar somente com a salvação. O apóstolo disse a Timóteo que se preocupasse com a doutrina. Judas escreveu aos irmãos para que batalhassem pela fé que uma foi dada aos santos.
    No que o texto está errado? Coloque biblicamente seu argumento. Nem assembléia nem voz da verdade, mas sim, a autoridade final é as Escrituras, e nesse particular, a Voz da Verdade, não passa pelo crivo .

    Em Cristo,

    ResponderExcluir